Acompanhe os detalhes do lançamento internacional do documentário Data Limite segundo Chico Xavier na cidade francesa de Lyon

Lyon, França, 24 de janeiro de 2015. O sábado começou frio. A neve estava tímida e caía desde a tardinha, lembrando que a temperatura exterior era próxima de -1°C. Mas isso não impediu que mais de 300 pessoas de diferentes cidades da França comparecessem à programação de lançamento internacional do Data Limite segundo Chico Xavier.

Foram 3 seções de exibição do filme, seguidas da palestra filosófica da produção e rodadas de perguntas e discussões sobre tema, afinal, francês gosta mesmo é de um bom debate de ideias! Os amigos Rafael Tubino e Rafael Valbon, brasileiros que residem na França, se incumbiram de fazer a tradução simultânea das palestras e discussões, organizadas pelo querido Cyrille Romero, da L’association Du Chemin, que contou com apoio de Gilles Fernandez, do Centre Spirite Allan Kardec e Les Édition Philman. Todos foram sensacionais nas atividades e contribuições que fizeram para realização dos eventos.

Rafael Tubino, Juliano Pozati, Cyrille Romero e Rafael Valbon

As barreiras culturais foram superadas de imediato pelo espírito de fraternidade e imenso desafio comum que a exibição do Data Limite sempre lança para toda comunidade reunida. Por lá, não foi diferente. Os franceses ficaram animados com o que viram. Prova disso é que a última palestra começou as 22h, após a exibição do filme, e a discussão e rodada de perguntas terminou pouco mais de meia-noite. O pessoal parecia nem se mexer na cadeira, para não perder nenhum detalhe da conversa. Uma coisa inédita, segundo o testemunho dos amigos que lá vivem.

“Nunca vi um francês vir abraçar, beijar e conversar com um palestrante no final de uma exposição” – comentou comigo um dos tradutores. “Eles assistem, discutem e vão embora. O fato de ficarem tanto tempo depois, fazendo tantas perguntas é um sinal de que o tema realmente mexeu com eles” – completou.

Apesar de estarem bastante abalados e preocupados com os fatos lamentáveis que ocorreram recentemente em torno do jornal francês Charlie Hebdo, as perguntas foram muito parecidas com as que são feitas em nossos eventos no Brasil. Há sempre muita esperança mas também muita preocupação em torno do tema da Data Limite. O resultado também foi muito parecido: espíritos aquecidos pelo vislumbrar do horizonte futuro extraordinário que nos aguarda, “talvez mais próximo do que distante, se fizermos por merecer”! (Chico Xavier, Pinga Fogo, 1971).

Mal voltei para o Brasil e confesso que já estou com saudades de todos os amigos que lá “reencontrei”, dos momentos que vivemos juntos e das ideias que plantamos e compartilhamos. Me pergunto se a nossa missão na França está cumprida… Concluo que não, sem pensar muito. Há tanto para se fazer! Mas acredito que demos o primeiro passo. Kardec nasceu em Lyon e os frutos do seu trabalho encontraram outrora terra fértil na cidade de Chico Xavier. Agora, são os frutos do trabalho de Chico Xavier que buscarão terra fértil na cidade de Allan Kardec.

Sempre avanti! Que questo é il piú importante!

Juliano Pozati

Juliano Pozati

Author Juliano Pozati

JULIANO POZATI É ESCRITOR, DOCUMENTARISTA E ENTUSIASTA DE NOVAS IDEIAS QUE INSPIREM A QUEBRA DE PARADIGMAS OBSOLETOS NAS ÁREAS DA ESPIRITUALIDADE, CIÊNCIA, FILOSOFIA E UFOLOGIA.

More posts by Juliano Pozati

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.