Mais de 40 anos de trabalho do pesquisador Euvaldo Cabral sobre comunicação transrealidade serão apresentados em sua palestra no V Fórum de Ciência e Espiritualidade, que acontecerá no próximo dia 06, em São Paulo.

O Prof. Euvaldo Cabral Jr. é graduado em Engenharia de Comunicações pelo Instituto Militar de Engenharia (IME/RJ), M.C. e também pelo IME, com tese na área de processamento digital de sinais de voz, e M. Phil. e Ph.D. em Engenharia Eletrônica por universidade na Inglaterra. Paralelo a carreira acadêmica, esteve envolvido diretamente na investigação científica do fenômeno chamado das ‘vozes eletrônicas’, o EVP (Electronic Voice Phenomenon). O resultado de suas pesquisas sobre este fenômeno – no Brasil, de forma independente, e nos Estados Unidos em um instituto privado – poderá ser conhecido em sua palestra no evento.

Autor do livro “Realidades Invisíveis: uma investigação eletrônica”, com mais de 1400 páginas, Euvaldo é um incessante estudioso sobre o tema. Sua pesquisa vem comprovar o que Chico Xavier há muitos anos já falava: em breve teremos telefones para o astral. E, grosseiramente reduzindo a pesquisa do professor, é isso mesmo. Os aparelhos desenvolvidos por Euvaldo caminham para, de fato, serem no futuro um telefone capaz de “call dead people” (ligar para pessoas mortas). Um verdadeiro sinal da nova era.

A preocupação de Cabral em colocar sua tese dentro do âmbito da ciência merece nossos aplausos. Atualmente, é difícil ver pesquisadores tão empenhados em trazer para a academia os conceitos transcendentais que as filosofias tanto pregam.

“Durante tão longo tempo a ciência materialista foi incapaz de produzir uma prova confiável, dentro de seus moldes, de que nossa mente sobrevive à morte de nosso cérebro físico. Com o desenvolvimento da física e da engenharia elétrica surgiram equipamentos capazes de registrar sons muito fracos e, muitos anos após isso, apareceu o fenômeno conhecido como Electronic Voice Phenomenon, ou Fenômeno das Vozes Eletrônicas. Muitas dessas vozes eram reconhecidas por pesquisadores da área como ‘vozes dos mortos’. Surgia então um importante fenômeno na história do mundo humano civilizado. Infelizmente, a forma de trabalho da ciência convencional – a qual exige repetição em laboratório – não possibilita a validação do fenômeno: algo estava faltando.”, explicou Euvaldo.

Esse ‘algo’ dizia sobre um trabalho que examinasse profundamente o assunto da sobrevivência e do EVP e, juntamente com uma grande quantidade de experimentos, construísse a ponte entre a ciência materialista e a existência de realidades invisíveis com seus habitantes inteligentes, promovendo uma comunicação transrealidade (TRC – termo cunhado pelo estudioso). E claro, como pesquisador que é, sempre controlando as experiências em laboratório.

Essas experiências levaram ao início de um modelo físico-matemático das realidades não físicas e não materiais, que busca aproximar a humanidade, independente de suas crenças.

Ficou curioso e quer saber muito mais sobre o assunto? Corre lá e garanta seu ingresso para o V Fórum de Ciência e Espiritualidade! http://pozati.iluria.com/pd-6322a4

Iasmine Pereira

Author Iasmine Pereira

Jornalista, bruxona e Coordenadora de Comunicação da Pozati Filmes, Iasmine é parte do time do Círculo, uma galera que literalmente "sees dead people".

More posts by Iasmine Pereira

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.