Da Redação do Jornal A Cidade, de Ribeirão Preto: ‘Data Limite’ traz depoimentos de líderes espíritas e do jornalista Saulo Gomes, radicado em Ribeirão Preto.

15/10/2014 – 13:58
Jornal A Cidade – Marcella Moreira
Link para matéria online | PDF da Matéria

Em maio de 1968, o jornalista carioca Saulo Gomes, então repórter da extinta TV Tupi, foi à cidade de Uberaba, no interior de Minas Gerais, para tentar uma entrevista com o médium Chico Xavier – arredio à imprensa em razão de equívocos noticiados no passado.

Gomes, que há 12 anos escolheu viver em Ribeirão Preto, não apenas conseguiu conversar com a personalidade espírita mais importante do Brasil, como se tornou amigo e principal profissional de imprensa a acompanhar a carreira de Chico.

Em 1971, o jornalista entrevistou o médium no Programa Pinga-Fogo, uma espécie de Roda Viva da década, que foi transmitido ao vivo para todo o País e deu visibilidade inédita à doutrina espírita.

“O Divaldo Franco, um dos oradores espíritas mais relevantes da atualidade, define aquele programa como um divisor de águas do espiritismo aqui”, lembra Gomes.

Baseado na riqueza das informações de Chico naquela entrevista e nos relatos a amigos como Geraldo Lemos Neto, fundador da Casa de Chico Xavier e da Editora Vinha de Luz, foi lançado o documentário “Data Limite – Segundo Chico Xavier” em todo o país.

Previsões

“Segundo confidências aos amigos, Chico disse que a chegada do homem à Lua, em 1969, fez com que potências celestes do sistema solar decidissem dar à humanidade um prazo de 50 anos para evoluir em paz, sem a interferência de uma terceira guerra mundial”, explica o produtor executivo do projeto Juliano Pozati.

Caso tal previsão se confirme, Chico acreditava que a partir de 2019 acontecimentos extraordinários iriam aproximar a ciência e a espiritualidade, permitindo aos seres humanos desenvolverem, por exemplo, aparelhos que façam contato com pessoas desencarnadas e também com extraterrestres.
“Isso foi tratado pelo médium como a passagem natural de um ciclo e nosso objetivo é apresentar fatos e conexões históricas que possam sugerir a possibilidade da previsão se confirmar. Assim, esperamos que o público reflita sobre a grandeza do universo”, define Pozati.

Além dos depoimentos de Saulo Gomes e de Geraldo Lemos Neto e Divaldo Franco, expoentes do cenário espírita nacional, “Data Limite” também apresenta os testemunhos do ufólogo brasileiro Ademar Gevaerd, dos generais Alberto Mendes Cardoso e Paulo Roberto Y. M. Uchoa e do ex-ministro de defesa do Canadá, Paul Hellyer, que define o documentário como um projeto de esperança para as gerações futuras. A produção pode ser adquirida nas livrarias Fnac e Saraiva de Ribeirão Preto ou online, pelo site www.datalimite.com.

Memorial

O jornalista Saulo Gomes adiantou que está prevista para o início de 2015 a inauguração do Memorial Chico Xavier, complexo com área de 480m² que servirá de sede ao Instituto Chico Xavier, em Uberaba (MG).

Serviço

  • Data Limite – Segundo Chico Xavier
  • Duração: 63 min + Extras
  • Por Pozati Filmes + Cinemakers
  • Direção: Fabio Medeiros
  • Roteiro: Juliano Pozati e Rebeca Casagrande
  • Produção executiva: Juliano Pozati e Rebeca Casagrande
Juliano Pozati

Author Juliano Pozati

JULIANO POZATI É ESCRITOR, DOCUMENTARISTA E ENTUSIASTA DE NOVAS IDEIAS QUE INSPIREM A QUEBRA DE PARADIGMAS OBSOLETOS NAS ÁREAS DA ESPIRITUALIDADE, CIÊNCIA, FILOSOFIA E UFOLOGIA.

More posts by Juliano Pozati

Join the discussion 2 Comments

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.