Mais do que um documentário, o Data Limite está criando um movimento de pessoas conscientes ao redor do globo, dispostas à conquistar e construir um mundo bem melhor a partir de agora. Amigos de Portugal, Estados Unidos, México, Argentina, Espanha, Itália, França, Uruguai, Reino Unido, Angola, Colômbia, Peru, Japão, Suíça, Venezuela, Alemanha e mais de 40 países acompanham diariamente as novidades em nossa Fanpage.

Diversos convites para exibição da obra em festivais de cinema de todo o Brasil estão começando à surgir; e esta semana mesmo, uma indicação para a Mostra de Cinema Espírita de Lyon, na França (terra de Allan Kardec).

Em meio a tantas boas notícias, de tamanho e voluptuosidade que nos assombram e nos pegam de surpresa a cada dia, uma pergunta ficou ecoando no ar: por que levar um evento do Data Limite para Tapiratiba, no interior de São Paulo? Conhecida como a capital da bola, a cidade tem pouco mais de 13 mil habitantes e só começam a aparecer placas para o município quando se está há pouco menos de 50 km de sua entrada. “Com tantas cidades maiores, que poderiam abrigar o evento de um projeto tão grande, por que vocês escolheram Tapiratiba?” – nos perguntaram.

Confesso que esta pergunta ficou ecoando aqui dentro. Afinal, por que Tapiratiba?

Depois de muito meditar sobre isso, só fui encontrar uma resposta à altura para a questão na conversa de Jesus com Nicodemos, quando o mestre diz: O vento sopra onde quer; ouves-lhe o ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece com aquele que nasceu do Espírito. (Jo 3, 8)

O vento sopra onde quer! A espiritualidade flui onde bem entende. Tem os seus planos e proposições em acordo com as leis do universo e o seu alcance de realidade é muito maior do que o nosso. Jesus nasceu em Belém, uma cidadezinha que era motivo de sarro à toda gente. Se dizia “pode, por acaso, vir algo de bom de Belém”? Chico Xavier nasceu em Pedro Leopoldo, que hoje tem pouco mais de 58.000 habitantes. E aí?

hopeE aí que a espiritualidade escolhe os cenários mais improváveis para demonstrar a grandeza do por vir. Escolhe gente de coração aberto, de espírito engajado, com vontade de mudar o mundo, sem olhar CEP ou passaporte. Gente que não se acha grande, e que em sua pequenez, revela a grandeza da obra espiritual, no conjunto das tarefas mais simples e mais sofisticadas, orquestradas com amor, união, fraternidade e boa vontade. Porque por trás da fragilidade física e das possibilidades limitadas quase sempre se esconde a fortaleza do espirito.

Falo por mim e pelos meus amigos e companheiros Fabio e Rebeca: Nós não sabíamos e continuamos não sabendo onde o movimento Data Limite vai chegar. Não sabemos a quantas pessoas a mensagem de Chico Xavier vai elevar os corações, não sabemos quantos serão tocados pela incrível realidade que está por vir e que por ele foi antevista. E para falar a verdade, depois de tudo o que vimos ao longo deste projeto, confiamos totalmente nos planos do alto e não precisamos saber onde tudo isso vai chegar. Mas sabemos, com certeza, onde este movimento começou: em Tapiratiba, SP.

A Palestra Filosófica do Data Limite, realizada no último dia 22, reuniu perto de 400 pessoas no Teatro Eva Wilma, graças ao empenho e ao desejo de transformação da turma do Zé, da Ednize e da Silvia, da Kuka, da Ana Tê, da Maria, da Letícia, da Maria Fernanda, do Matheus, da Lúcia, e de tantos outros amigos queridos que a minha incompetência não consegue sequer nomear; mas que o meu coração não deixa de lembrar e de vibrar a cada instante em que me lembro da tremenda energia que envolveu à todos nós naquela noite. Foi o começo de um grande desafio para todos nós.

“Há um espírito de cooperação surgindo, em pequena escala, em milhares de lugares em todo mundo” nos disse Paul Hellyer, em Toronto. Bem, caro ex-ministro, “pequena escala” para o seu governo que não conheceu o povo de Tapiratiba. Que não viu, o que as sementes lançadas por Chico Xavier foram capazes de produzir naquela cidade de terra boa e corações férteis. E ela foi só a primeira…

Sempre avanti! Que questo é il piú importante!
Juliano Pozati

Juliano Pozati

Author Juliano Pozati

JULIANO POZATI É ESCRITOR, DOCUMENTARISTA E ENTUSIASTA DE NOVAS IDEIAS QUE INSPIREM A QUEBRA DE PARADIGMAS OBSOLETOS NAS ÁREAS DA ESPIRITUALIDADE, CIÊNCIA, FILOSOFIA E UFOLOGIA.

More posts by Juliano Pozati

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.